Segunda-feira, 28 de Abril de 2008

Reactor nuclear sírio

A participação secreta da Coreia do Norte, na construção de um reactor nuclear para a Síria, foi um “desenvolvimento perigoso e potencialmente desestabilizador para o mundo”, afirmou a Casa Branca na semana passada. O episódio levanta dúvidas sobre as intenções de Pyonyang em prosseguir com a abertura de informações sobre suas actividades nucleares. Sete meses após o reactor ter sido bombardeado por Israel, a Casa Branca quebrou seu silêncio e disse que a Coreia do Norte ajudou no programa nuclear secreto da Síria, e que as construções destruídas “não eram para objetivos pacíficos”. Esta divulgação pela administração Bush poderia debilitar as negociações entre as seis partes envolvidas na tentativa da resolução do impasse com a Coreia do Norte. A Casa Branca emitiu uma declaração de duas páginas depois que os legisladores americanos foram informados sobre detalhes do reactor, após uma série de encontros no Capitólio, e que incluiu uma apresentação em vídeo pelo sector de Inteligência. A administração americana afirma estabelecer uma forte ligação entre o programa nuclear da Coreia do Norte e a construção na Síria. A apresentação também incluiu fotografias que mostravam uma forte semelhança de partes e aspectos específicos com uma construção nuclear na Coreia do Norte. A Casa Branca afirmou que a Agência Internacional para a Energia Atómica, que é a guardiã da ONU para as questões nucleares, também foi informada pela inteligência.
in Notícias da Rua Judaica








Vista aérea de satélite espião mostrando
o reactor sírio em área deserta da Síria

















Imagens apresentadas ao Congresso Americano mostraram o reactor sírio antes de ser destruído por Israel
publicado por nx às 09:57
link do post | comentar | favorito

Colaboradores

Paulo Casaca
Walid Phares
Raymond Tanter
Thomas McInerney
Alireza Jafarzadeh
Matthias Küntzel

posts recentes

A Europa e o Terrorismo

Paulo Casaca promove deba...

Paulo Casaca promove disc...

Ethnicity and Human Right...

Protecção do Campo de Ash...

O regresso de Fukuyama

Visita ao Iraque

Paulo Casaca orador em co...

Exemplo da Tunísia

E depois de Beirute?

O Hezbollah e a lista da ...

O relógio nuclear não pár...

Hipocrisia

Ameaças de Ahmadinejad

Paulo Casaca representa P...

Reviver Praga

A ameaça de holocausto nu...

A nova esquerda europeia ...

1948/2008 - 60 ANOS DA CR...

Testemunhos de Coragem

Judeofobia na Galiza

Paulo Casaca fala sobre “...

Reactor nuclear sírio

Paulo Casaca condena regi...

Paulo Casaca em várias in...

Os motins da fome

O Irão e a Al-Qaeda

60º Aniversário do Estado...

Paradoxos Iraquianos

A Mesquita de Al-Azhar

Notas soltas sobre o Jorn...

Conferência Internacional...

Conferência no Second Lif...

Novo livro de Walid Phare...

Conferência Internacional...

O velho Cairo e os novos ...

Paulo Casaca defende o re...

Paulo Casaca no “National...

Paulo Casaca em Washingto...

Irmandade Muçulmana na Eu...

Angelina Jolie e o Arcebi...

Resistindo à Lei islâmica

Exile Group Claims Iran I...

A manipulação dos direito...

Conferência promovida por...

A geopolítica do Gás

Protesto de Paulo Casaca ...

O sapatinho branco

European Friends of Israe...

Paulo Casaca assinala “Di...

arquivos

Setembro 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

tags

todas as tags

links

pesquisar

 
blogs SAPO

subscrever feeds