Quinta-feira, 6 de Dezembro de 2007

A CIA e o Irão

A CIA quase nunca acerta mas provoca sempre estragos. A New Estimative Intelligence (NEI) sobre o Irão não foge a esta regra. Antes de podermos analisar o relatório na totalidade, a mera leitura do que é reproduzido pelo  New York Times, mostra incoerências. Afirma que o Irão abandonou a 100% o seu programa nuclear militar em 2003 mas que só está moderadamente convencida que o Irão não tenha já armas nucleares: 100% ou moderadamente convencida? Outras contradições e erros grosseiros estão presentes no documento, mas o mal já está feito.

Resta observar como uma certa extrema-esquerda e extrema-direita – depois de décadas com todo o tipo de acusações aos serviços secretos americanos (golpes de Estado, ingerência externa, apoio a ditadores, Guantánamo) – se agarram à CIA como tábua de salvação. Caricato, mas muito perigoso...


Ahmadinejad aproveitou para afirmar que este relatório provava que a nação Iraniana era vitoriosa e que os USA não conseguiriam nada contra ela. E reclamou a utilização de 20.000 centrifugadoras para acelerar o programa nuclear civil!!

tags: , ,
publicado por nx às 10:37
link do post | comentar | favorito
3 comentários:
De Vítor Ramalho a 8 de Dezembro de 2007 às 21:22
Se o relatório da CIA disse-se que havia armas nucleares no Irão estavam já aqui a pedir uma invasão tipo a do Iraque, que apenas serviu para virar sunitas contra xiitas e destabilizar ainda mais o médio oriente.
O s USA não são os polícias do mundo e em matéria nuclear ainda muito menos, pois foram o único país a usar a boba e contra populações indefesas.
O problema dos americanos é que o Irão é um país que não lhes presta vassalagem. O imperialismo sionista americano tem de ser derrotado. O sionismo impede que o povo israelita viva descansado.
De afronauta a 8 de Dezembro de 2007 às 21:45
Até os melhores pomares dão fruta bichada. O estranho é o agricultor permitir que ela chegue aos cestos de venda ao público sem as retirar atempadamente para não colocar em causa a qualidade do produto.
De Lara a 8 de Dezembro de 2007 às 22:02
"A CIA quase nunca acerta mas provoca sempre estragos."
Penso que a CIA é uma mancha para a imagem que os Estados Unidos pretendem passar. Envergonha qualquer democracia.

Comentar post

Colaboradores

Paulo Casaca
Walid Phares
Raymond Tanter
Thomas McInerney
Alireza Jafarzadeh
Matthias Küntzel

posts recentes

A Europa e o Terrorismo

Paulo Casaca promove deba...

Paulo Casaca promove disc...

Ethnicity and Human Right...

Protecção do Campo de Ash...

O regresso de Fukuyama

Visita ao Iraque

Paulo Casaca orador em co...

Exemplo da Tunísia

E depois de Beirute?

O Hezbollah e a lista da ...

O relógio nuclear não pár...

Hipocrisia

Ameaças de Ahmadinejad

Paulo Casaca representa P...

Reviver Praga

A ameaça de holocausto nu...

A nova esquerda europeia ...

1948/2008 - 60 ANOS DA CR...

Testemunhos de Coragem

Judeofobia na Galiza

Paulo Casaca fala sobre “...

Reactor nuclear sírio

Paulo Casaca condena regi...

Paulo Casaca em várias in...

Os motins da fome

O Irão e a Al-Qaeda

60º Aniversário do Estado...

Paradoxos Iraquianos

A Mesquita de Al-Azhar

Notas soltas sobre o Jorn...

Conferência Internacional...

Conferência no Second Lif...

Novo livro de Walid Phare...

Conferência Internacional...

O velho Cairo e os novos ...

Paulo Casaca defende o re...

Paulo Casaca no “National...

Paulo Casaca em Washingto...

Irmandade Muçulmana na Eu...

Angelina Jolie e o Arcebi...

Resistindo à Lei islâmica

Exile Group Claims Iran I...

A manipulação dos direito...

Conferência promovida por...

A geopolítica do Gás

Protesto de Paulo Casaca ...

O sapatinho branco

European Friends of Israe...

Paulo Casaca assinala “Di...

arquivos

Setembro 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

tags

todas as tags

links

pesquisar

 
blogs SAPO

subscrever feeds