Domingo, 30 de Dezembro de 2007

Crónica de uma morte anunciada

Paulo Casaca

[2007-12-29] Poucas horas depois de regressar à sua terra natal, depois de ter tido a coragem e a clarividência de aceitar negociar com Pervez Musharraf – autocrata porventura, mas que fazia frente ao fanatismo islâmico – Benazir Bhutto era já alvo de um atentado terrorista que causou dezenas de vítimas.

Não se intimidou, prosseguiu o seu caminho e insistiu em concorrer às eleições e eu, no meu íntimo, pensei que os fanáticos não iriam falhar muitas vezes mais. Infelizmente, não me enganei, e assistimos ao desenrolar do que foi a crónica de uma morte anunciada.

Foi no dia 27 que finalmente a mataram num ataque atribuído à Al-Qaeda, como se a Al Qaeda não tivesse patrões, financiadores e estrategas que a dirigem e manipulam.

Depois de Sirimavo Bandaranaike e de Indira Ghandi, Benazir Bhutto foi a terceira líder política do sub-continente indiano que ascendeu à direcção do seu país.

A ascensão de mulheres a cargos de primeiro plano – ainda que tenham ascendido ao primeiro plano em larga medida pela relação familiar que mantiveram com antigos dirigentes políticos – foi um fenómeno de enorme importância naquela área do globo e no mundo.

A reacção de ódio que o fanatismo lhes dedicou – duas delas foram assassinadas e só Sirimavo Bandaranaike teve morte natural, mais por ter escapado a atentados do que por qualquer outra razão – revela um dos traços mais característicos do fanatismo: a misoginia.

Ainda no Sudoeste Asiático, mais concretamente no Irão, o vizinho ocidental do Paquistão, temos Maryam Radjavi, que não só é da mesma geração de Benazir Bhutto mas como tem com ela semelhanças de perfil claras, e essa – mau grado todas as tentativas feitas pelo regime iraniano – está viva, e continua a ser a melhor aposta para a mudança no seu país.

O assassínio de Benazir Bhutto não pode deixar ninguém indiferente. Aquilo que o fanatismo pretende abater na sua acção não cabe nas fronteiras de nenhum país em particular, são os valores universais da igualdade de oportunidades entre todas e todos. A ilusão de que no nosso mundo globalizado um fenómeno desta natureza se encerra em fronteiras políticas sairá certamente muito cara a todos nós, e é por isso que é necessário desfazê-la tão rapidamente quanto possível.

Nestas linhas deixo uma homenagem póstuma a Benazir Bhutto, e com ela a tantas e tantas mulheres que arriscam e dão a sua vida por uma sociedade mais justa e mais fraterna. Faço votos para que o seu sacrifício não tenha sido em vão.

publicado por nx às 11:52
link do post | comentar | favorito

Colaboradores

Paulo Casaca
Walid Phares
Raymond Tanter
Thomas McInerney
Alireza Jafarzadeh
Matthias Küntzel

posts recentes

A Europa e o Terrorismo

Paulo Casaca promove deba...

Paulo Casaca promove disc...

Ethnicity and Human Right...

Protecção do Campo de Ash...

O regresso de Fukuyama

Visita ao Iraque

Paulo Casaca orador em co...

Exemplo da Tunísia

E depois de Beirute?

O Hezbollah e a lista da ...

O relógio nuclear não pár...

Hipocrisia

Ameaças de Ahmadinejad

Paulo Casaca representa P...

Reviver Praga

A ameaça de holocausto nu...

A nova esquerda europeia ...

1948/2008 - 60 ANOS DA CR...

Testemunhos de Coragem

Judeofobia na Galiza

Paulo Casaca fala sobre “...

Reactor nuclear sírio

Paulo Casaca condena regi...

Paulo Casaca em várias in...

Os motins da fome

O Irão e a Al-Qaeda

60º Aniversário do Estado...

Paradoxos Iraquianos

A Mesquita de Al-Azhar

Notas soltas sobre o Jorn...

Conferência Internacional...

Conferência no Second Lif...

Novo livro de Walid Phare...

Conferência Internacional...

O velho Cairo e os novos ...

Paulo Casaca defende o re...

Paulo Casaca no “National...

Paulo Casaca em Washingto...

Irmandade Muçulmana na Eu...

Angelina Jolie e o Arcebi...

Resistindo à Lei islâmica

Exile Group Claims Iran I...

A manipulação dos direito...

Conferência promovida por...

A geopolítica do Gás

Protesto de Paulo Casaca ...

O sapatinho branco

European Friends of Israe...

Paulo Casaca assinala “Di...

arquivos

Setembro 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

tags

todas as tags

links

pesquisar

 
blogs SAPO

subscrever feeds