Quinta-feira, 6 de Dezembro de 2007

A CIA e o Irão

A CIA quase nunca acerta mas provoca sempre estragos. A New Estimative Intelligence (NEI) sobre o Irão não foge a esta regra. Antes de podermos analisar o relatório na totalidade, a mera leitura do que é reproduzido pelo  New York Times, mostra incoerências. Afirma que o Irão abandonou a 100% o seu programa nuclear militar em 2003 mas que só está moderadamente convencida que o Irão não tenha já armas nucleares: 100% ou moderadamente convencida? Outras contradições e erros grosseiros estão presentes no documento, mas o mal já está feito.

Resta observar como uma certa extrema-esquerda e extrema-direita – depois de décadas com todo o tipo de acusações aos serviços secretos americanos (golpes de Estado, ingerência externa, apoio a ditadores, Guantánamo) – se agarram à CIA como tábua de salvação. Caricato, mas muito perigoso...


Ahmadinejad aproveitou para afirmar que este relatório provava que a nação Iraniana era vitoriosa e que os USA não conseguiriam nada contra ela. E reclamou a utilização de 20.000 centrifugadoras para acelerar o programa nuclear civil!!

tags: , ,
publicado por nx às 10:37
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito

Colaboradores

Paulo Casaca
Walid Phares
Raymond Tanter
Thomas McInerney
Alireza Jafarzadeh
Matthias Küntzel

posts recentes

A CIA e o Irão

arquivos

Setembro 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

tags

todas as tags

Petição

Stop The Bomb

links


Powered by WebRing.

pesquisar

 
blogs SAPO

subscrever feeds